menu

Image Map

12/05/2016

Haroldo de Campos

(Haroldo de Campos. Imagem retirada da internet)

de sol a sol
soldado
de sal a sal
salgado
de sova a sova
sovado
de suco a suco
sugado
de sono a sono
sonado

sangrado
de sangue a sangue


(Haroldo de Campos. In: BOSI, Alfredo.
História concisa da literatura brasileira.
São Paulo: Cultrix, 1999. p. 479.)



Comentário: Esse é um poema concretista e vemos uma quebra do verso tradicional, e isso era realmente o objetivo de seus mentores. Vemos, então, a falta de pontuação, o jogo com as palavras, todas começando com a letra "s", o que resulta num jogo sonoro. É o tipo de poesia, a poesia vanguardista da qual faz parte o poema acima, que traz inovação não só ao campo verbal, mas ao visual também. Em outa postagem do blog eu falei um pouco mais sobre isso e mostrei outros poemas, se quiserem ver, é só clicar AQUI

Desfrutem! ^^

2 comentários:

Olá! Seja muito bem-vindo a este espaço, que é nosso!
Deixe seu comentário e clique em "Notifique-me" para podermos conversar; são bem-vindas críticas construtivas, mas não xingamentos. Deixe também o link de seu blog, se tiver, para que possamos lhe retribuir a visita e segui-lo.
Um abração!

© ♥ Eu Sou Um Pouco De Cada Livro Que Li ♥ - 2016. Todos os direitos reservados.
Designed by: Amanda Hauanne e Mirelle Almeida. Cabeçalho by: Edu Anjos.
Tecnologia do Blogger.