menu

Image Map

27/12/2016

A noiva fantasma- Yangsze Choo


Descrição: Até que a morte os aproxime
“Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...”
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.

Li Lan, descendente da família Pan, antes uma respeitada família de comerciantes, mas agora à beira da ruína, é integrante de uma comunidade chinesa em Malaia. E essa comunidade ainda preserva alguns costumes, dentre eles o casamento fantasma. Ao ser confrontada com uma dessas propostas, pela família Lim, uma família muito rica e respeitada, Li Lan se vê em um mundo totalmente diferente do seu.

"Malaia era cheia de fantasmas e superstições, das muitas raças que a povoavam."

Ela é uma jovem linda, atraente e inteligente que tem que decidir entre seu futuro e o de sua família, mas mesmo assim toma suas próprias decisões, ainda que isso custe a comodidade  de seu pai que está atolado em dívidas. 

A jovem sempre viveu em um ambiente entre o fantástico e o real: seu pai, um seguidor das ideias confucianas, não acredita em fantasmas, sua Amah, a senhora que cuida da garota desde que sua mãe morreu, acredita nessas coisas e é bem supersticiosa. Li Lan sempre fica em cima do muro para poder conviver bem com os dois, mas por passar tanto tempo no escritório do pai lendo e cuidando de livros, ela acaba por achar algumas coisas que Amah acredita ridículas. Isso até ter sua própria experiência com esse mundo fantasmagórico, atormentada pelo jovem recém-morto da família Lim, Liam Tian Ching, que insiste para que ela aceite o casamento fantasma. Desde o princípio a jovem se recusou, e depois de conhecer Tian Bai e nutrir por ele sentimentos que nunca havia experimentado antes, ela recusa com todas as forças, mas não é fácil se livrar de um fantasma, então ela e sua Amah se veem obrigadas a tomar medidas drásticas, e uma dessas medidas acaba deixando Li Lan à beira da morte.

"Eu estava sozinha, abandonada sem funeral, porque ninguém sabia que meu espírito errava."


Com o espírito desprendido do corpo, a garota experimenta grandes aventuras no mundo fantasma, mas seu tempo nesta dimensão é limitado, pois o elo com seu corpo pode se romper a qualquer momento e, além disso, esse mundo é bem mais parecido aos dos vivos do que ela imagina, trazendo desafios e perigos para nossa heroína. Ela vai aprender que nem todos os fantasmas, assim como as pessoas, são confiáveis, existem muitos aproveitadores. Também vai aprender que a curiosidade cobra seu preço.

Yangsze Choo constrói um ambiente fantástico que conflui com a realidade e que ao mesmo tempo traz uma série de informações culturais  sobre Malaia e a China. O leitor se vê envolto nessa fantástica viagem conduzido por Li Lan até a Planície  dos Mortos, por onde vaga seu espírito errante em busca de respostas e ajuda. Lá experimentamos as sensações da personagem e nos envolvemos com sua trajetória enquanto ela se constrói e amadurece. É mais que uma história de fantasia ou romance, é uma história, sobretudo, de formação de caráter, crença. Li Lan, que ria de sua Amah, agora sabe que realmente existe um mundo pós-morte, um mundo que esconde muitos mistérios, onde vivem não só fantasmas humanos, senão de outras coisas, como plantas e animais. E nessa exploração, nessa construção de identidade, nossa personagem conhece Er Lang, um espírito misterioso e muito importante para o crescimento dela, pois é impulsionada por ele, pelo que sente, que Li Lan vai tomar suas próprias decisões, vai saber se valer, não só no mundo dos mortos, mas também no dos vivos.

"Abraçando meus joelhos, me lembrava de Er Lang segurando minhas mãos, em silêncio, na Planície dos Mortos. A força de seu toque havia aliviado o terror que eu sentia naquela hora."

Não quero escrever mais para não ficar muito cansativo, só quero lhes dizer que recomendo a obra. É um livro maravilhoso que prende o leitor do início ao fim, além de ser bem construído e possuir uma narrativa atraente que enreda aqueles que se deixam envolver pela história de Li Lan. É incrível como Choo soube desenvolver as ideias, não encontrei nenhuma contradição, ela dá as ferramentas necessárias para que o leitor não se perca. Essa é uma daquelas histórias que nos persegue por muito tempo. 


"[...] eu ultrapassara um ponto que nenhuma pessoa viva deveria ultrapassar."



Classificação:

Autora: Yangsze Choo
Editora: DarkSide
Ano: 2015
Páginas: 360

10 comentários:

  1. Mi, estou doida para ler esse livro! Mas toda vez acabo adiando a leitura... Eu adorei sua resenha e quero colocar esse livro como uma das primeiras leituras de 2017! Seu blog sempre lindo! Beijos!!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  2. PRECISO DESSE LIVRO PRA ONTEM, SABE? PRA ONTEM MESMO! <33 Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi!
    Que medo dessa sinopse, hahaha, sou medrosa pra burro!
    Indiquei seu blog pra uma TAG, passa lá no meu cantinho e dá uma olhada!

    http://mundoliterariodacecy.blogspot.com.br/2016/12/tag-fallen.html

    Feliz ano novo, flor!

    Beijooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, mas o livro não é de terror.
      Obrigada! Assim que der, respondo.
      Feliz ano novo, linda!

      Beijão.

      Excluir
  4. Me pareceu uma história bem legal, se bem que me deu um medinho kkkk
    vou colocar na minha lista de leitura, se bem que ando um pouco preguiçosa para leitura.

    Vlw pela dica Mi. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, a história é muito boa. Não é terror, kkkk, não se preocupe, tem mistérios, mas nada que dê medo ou assuste.
      Ânimo, tenho certeza que gostará do livro. Então, manda essa preguiça embora, kkkk.
      Beijos 😘

      Excluir

Olá! Seja muito bem-vindo a este espaço, que é nosso!
Deixe seu comentário e clique em "Notifique-me" para podermos conversar; são bem-vindas críticas construtivas, mas não xingamentos. Deixe também o link de seu blog, se tiver, para que possamos lhe retribuir a visita e segui-lo.
Um abração!

© ♥ Eu Sou Um Pouco De Cada Livro Que Li ♥ - 2016. Todos os direitos reservados.
Designed by: Amanda Hauanne e Mirelle Almeida. Cabeçalho by: Edu Anjos.
Tecnologia do Blogger.