menu

Image Map

08/02/2016

Como surgiu o livro


A gente está constantemente rodeado por ele, mas dificilmente estamos ciente de todo o trajeto que ele teve historicamente até ser hoje o que concebemos por livro. Falo do livro físico o qual gostamos de palpar, cheirar. 

Você já se perguntou quando e como surgiu o livro? Eu já, e por isso estou fazendo esse post para que outros, os que têm interesse, possam saber e aprender mais sobre essa maravilha que nos causa tanta felicidade. J



Se voltarmos no tempo, por volta de 4000 a. C especificamente, constatamos e acompanhamos o desenvolvimento da escrita. A pedra e a argila eram meios de divulgação de histórias e relatos. Após isso, no Egito Antigo, surge o khartés (volumen para os romanos), que também é conhecido como papiro, uma parte de uma planta aquática que era liberada, livrada (latim libere, livre) do restante da planta– daí surge a palavra liber libre em latim, e posteriormente livro, em português. O comprimento do papiro chegava a 6 ou 7 metros e, quando enrolado, media uns 6 centímetros. O papiro é considerado o ancestral do livro. Naquela época, os escribas eram os responsáveis pela escrita de textos religiosos e oficiais e, para organizá-los, as supostas folhas eram pregadas umas às outras formando um rolo único. Segundo pesquisas, os papiros mais antigos datam de 3 mil anos antes de Cristo. 
Papiro
Fonte: internet

Imagens retiradas da internet
No século X a. C, surge os famosos pergaminhos (que levam o nome de sua cidade romana Pérgamo). Os pergaminhos eram feitos de couro bovino ou de outros animais. Eram bem mais resistentes que os papiros e foram essenciais para a conservação de textos importantes da Antiguidade, como a Bíblia Sagrada e textos de pensadores clássicos.
Pergaminho.
Imagem da internet
Para quem estuda ou estudou História, teve contato com obras medievais ou sobre essa época, sabe que nesse período só os clérigos tinham acesso ao mundo letrado, ao conhecimento. Então, a maior parte dos livros ficava restrita sob a proteção dos mosteiros, que conservaram textos gregos e romanos. Graças a eles podemos hoje conhecer esses escritos tão antigos, mas de uma importância fundamental.

Com a invenção da prensa por Johannes Gutenberg, em 1455, surge o primeiro livro impresso, a Bíblia (impressa em latim). Começou, a partir dessa época, a produção dos livros, mas, apesar do invento de Gutenberg, demorou um pouco para que todas as pessoas tivessem acesso aos livros. Até então, só uma parte tinha esse privilégio, a Elite (nobres e burgueses enriquecidos), e a gente sabe que existem vários fatores de várias ordens envolvidos nesse processo, sejam fatores sociais, econômicos, políticos, religiosos. 
Bíblia de Gutenberg.
Imagem da internet.
Com as invenções tecnológicas que trouxe o século XIX e a disseminação do ensino público, o número de leitores aumenta consideravelmente, pois cresce o número de produções e os custos diminuem, o que vai permitir que os livros cheguem a uma parcela maior da população. É a partir desse momento que surge o tão conhecido e aclamado "best-seller".

Bom, eu fiz só um resumo, se vocês pesquisarem vão encontrar muito mais coisas interessantes a respeito. Espero que tenham gostado.
Abraço. ^^

Onde busquei informações: 

2 comentários:

  1. Esse post me fez lembrar minha feira de conhecimentos da 5ª série, nós falamos justamente sobre a história do livro e foi muito bacana conhecer esses fatos sobre como tudo começou. Só que o mais legal mesmo foi visitar editoras e ganhar livros kkk.
    Muito bacana mesmo esse post, acho que todo leitor que ainda não conhecia vai ficar encantado em conhecer a história.
    Beijos!
    http://eusuponho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwnnn, que legal, Mayse. Fico muito feliz que tenha gostado e que tenha feito você relembrar dessa época de infância. É sempre bom, né? Obrigada pela visita! Seja bem-vinda sempre! Também visitarei seu blog.
      Bjos. ^^

      Excluir

Olá! Seja muito bem-vindo a este espaço, que é nosso!
Deixe seu comentário e clique em "Notifique-me" para podermos conversar; são bem-vindas críticas construtivas, mas não xingamentos. Deixe também o link de seu blog, se tiver, para que possamos lhe retribuir a visita e segui-lo.
Um abração!

© ♥ Eu Sou Um Pouco De Cada Livro Que Li ♥ - 2016. Todos os direitos reservados.
Designed by: Amanda Hauanne e Mirelle Almeida. Cabeçalho by: Edu Anjos.
Tecnologia do Blogger.