menu

Image Map

14/06/2017

Resenha | Madrugada Macabra - Soraya Abuchaim

SINOPSE
Este conto, sobre um certo homem chamado Marcondes, de 42 anos, será narrado de forma fria, objetiva e certeira, tão certeira como um tiro que atingirá o seu coração a fim de deixar-lhe de olhos esbugalhados e com a boca seca querendo mais (da história, claro). Seus sentimentos vão ser abalados, meu caro; de uma hora pra outra você vai passar do amor ao ódio através de uma narrativa balanceante tal como a onda de um mar indeciso. A tranquilidade, a princípio, está na superfície, mas lá no fundo os fatos se movem, as palavras se esgueiram pra dar-lhe um soco quando você menos esperar. Esta história terá seu momento de tensão, calma e explosão. Narro-lhe este conto como alguém que conhece Marcondes de uma forma profunda e que conhece sua vida passada, presente e futura.

Antes de eu começar, quero dar-lhe um conselho: não leia de madrugada. Conselho dado, acomode-se, pegue uma xícara de café, suco ou chá e me escute com atenção. Não recomendo que coma nada, porque se tiver o estômago fraco vai acabar vomitando.


Marcondes roncava num sono profundo quando seu telefone tocou às 2 da madrugada. Ele era um chaveiro que trabalhava 24 horas por dia, mas também era um grande curioso, já lhe adianto. Quando atende o telefone, um homem fala desesperado que trancou as chaves no carro e agora não sabe o que fazer. "Que idiota!", pensou o chaveiro, mas se levantou e foi ajudá-lo, afinal, esse era o seu trabalho.


Chegando ao local, o medo começa a querer visitá-lo, pois a cena que ele vê o assusta um pouco, e ainda mais quando o homem sorri pra ele. Passado esse momento inicial de terror, ele começa seu trabalho e enquanto tenta abrir a porta do carro percebe um brilho diferente dentro dele. Uma faca! (Seu coração deve estar aos pulos agora, e essa é a minha intenção). 

"A faca não estava exatamente à vista, mas passara por uma tentativa de ser escondida sob um maço de papéis, que provavelmente se deslocou, deixando a lâmina aparente. Os papéis estavam manchados com alguma coisa, e Marcondes preferiu não pensar no que aquilo poderia ser."
Respira fundo e continuemos. Marcondes terminou seu trabalho, o homem lhe pagou e foi embora. Mas, mesmo com medo, o coração palpitante e o suor escorrendo pelo rosto, a curiosidade falou mais alto (Ah, Marcondes, porque você tem que ser tão curioso?!) e ele começou  a seguir o homem. E muito tempo depois, após seguir por uma estrada deserta, o homem para na frente de uma casa iluminada por uma luzinha amarela e uma mulher o recebe. Marcondes se esgueira e chega perto da casa pra tentar descobrir algo. De repente começa a chover e o breu é quase total e o cenário, meu caro leitor, é macabro e assustador. Com lágrimas de medo nos olhos, ele decide voltar pro carro e pra sua vidinha pacata, mas adivinhe? 

Não conto mais! (😂) Só digo uma coisa, Marcondes tem um passado feio e passados assim costumam cobrar seu preço.

Mais uma vez, tomado de uma ironia que não lhe era comum, ele pensou que as pessoas realmente só percebiam o que haviam perdido quando chegavam à conclusão que tudo lhes seria tirado.

Classificação:
Editora: Independente
Ano: 2017
Páginas: 31
Compra: AQUI!


Gente, como mencionei em uma resenha anterior, adotei uma nova maneira de escrever minhas resenhas, cuidando pra que os aspectos relacionados à escrita do autor fosse deixado à mostra. Adotei para esta um narrador em 3ª pessoa, que é como o conto foi escrito. Enfim, me apaixonei pela forma como a Soraya escreve. Amo quando o autor brinca com nossas emoções. Recomendo demais o conto! Soraya, obrigada por disponibilizá-lo!! 

12 comentários:

  1. Pena que não gosto de literatura de terror e afins.. mas para quem gosta me parece ser um livro bom!! Parabéns pela resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse post, esse livro parece ser maravilhoso. Bjs!!

    ResponderExcluir
  3. Amei esse seu novo jeito de resenhar, ficou bem gostoso e prazeroso de ler. O conto é bem interessante.

    ResponderExcluir
  4. Meeee, que macabro, rs.

    Tenho uma amiga que gosta de ler livros assim, e me lembro dela ter falado muito bem desse.

    Parabéns pelo blog <3

    ResponderExcluir
  5. Ai que resenha maravilhosa!
    Não conhecia o livro e nem a autora, mas pelo o que você escreveu me parece ser uma história ótima!

    Adorei! Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho uma paixão por livros
    Mas tô tão relaxada que começo e paro
    Preciso de livros assim pra prender minha atenção

    ResponderExcluir
  7. Não é um gênero que eu leia normalmente, já li muito histórias de terror quando estava na escola. Mas amei bastante sua resenha <3

    ResponderExcluir
  8. Mas eu que não leio isso a noite de jeito nenhum! Hahahah...Sou medrosa para livros e terror, massssss acho que este vale a pena... Você narrou de um jeito que parece aqueles programas do Investigação Discoveruy, que eu amo! Hahahaahaha, este Marcondes ai devia não ser tão curioso...ou devia mesmo era pagar pelo passado feio que tem. Vou procurar me iterar! Beijos

    ResponderExcluir
  9. Mas gente o que acontece ??? 😱😱😱 fiquei aqui roendo unha pra chegar no ponto hahahaha agora eu quero demais ler esse livro, acredito que seja muita curiosidade mesmo porque não gosto de livro de terror 😂😂😂

    ResponderExcluir
  10. Boa dica para não ler a noite e aviso aos que tem estomago fraco, eu não ando lendo ou assistindo nada mais macabro a noite, tenho motivos para isso rs, adorei a sua resenha primeira vez que vejo uma resenha em terceira pessoa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. aiii que me deu vontade de ler esse livro! Adoro livros assim! Obrigada pela partilha!

    ResponderExcluir
  12. Oii Mih
    Adorei o novo estilo de resenhas. Além de diferente torna o livro mais atrativo.
    Estou louca por esse conto da Soraya. Acho que deve ser incrível.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir

Olá! Seja muito bem-vindo a este espaço, que é nosso!
Deixe seu comentário e clique em "Notifique-me" para podermos conversar; são bem-vindas críticas construtivas, mas não xingamentos. Deixe também o link de seu blog, se tiver, para que possamos lhe retribuir a visita e segui-lo.
Um abração!

© ♥ Eu Sou Um Pouco De Cada Livro Que Li ♥ - 2016. Todos os direitos reservados.
Designed by: Amanda Hauanne e Mirelle Almeida. Cabeçalho by: Edu Anjos.
Tecnologia do Blogger.