menu

Image Map

22/12/2015

Trono de Vidro- Coroa da Meia-Noite


Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas.
 A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.

Neste segundo volume, a assassina de Adarlan, Celaena Sardothien, começa a executar sua tarefa: eliminar todos os supostos inimigos da coroa. Seu romance com o príncipe Dorian Havillard acaba não dando em nada e ela finalmente se envolve com o capitão da guarda real Chaol Westfall. Mas muitas são as lutas que esses três têm pela frente.

A magia aparece com mais frequência e intensidade. E foi um aspecto que gostei de reparar, em como a autora soube, aos poucos, introduzi-la sem que parecesse uma coisa “idiota”. Bom, no comecinho eu fiquei meio com um pé atrás, achando a coisa um tanto boba, mas ao decorrer das páginas a autora segurou firme a rédea e o tema obteve êxito, ganhou espaço.

Os personagens, principalmente Celaena e Dorian, acabam desvelando segredos há muito guardados e que podem cobrar-lhes muito caro por isso.

É um livro, assim como o primeiro, que nos prende do início ao fim e que nos faz lamentar termos outras coisas além dele para prestarmos conta. Porque ele exige ser lido, exige sua atenção e tempo. E eu gosto muito de livros assim, que manda em nós, haha.

E outra coisa bem legal é que nós temos a perspectiva não somente de Celaena, mas de outros personagens como Dorian, Chaol, o Rei, Kaltain.

Através de um narrador em terceira pessoa (eu diria que é um narrador onisciente, pois desnuda-os expondo seus medos e anseios) nos é narrada, exposta, as impressões desses personagens. E eu amo esse tipo de estrutura narrativa porque nos permite não somente mergulhar no universo do livro em termos geográficos ou históricos, mas também psicológico. 

Enfim, no geral é um livro ótimo que eu super recomendo.


Classificação:
Editora: Galera
Ano: 2014
Autora: Sarah J. Maas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Seja muito bem-vindo a este espaço, que é nosso!
Deixe seu comentário e clique em "Notifique-me" para podermos conversar; são bem-vindas críticas construtivas, mas não xingamentos. Deixe também o link de seu blog, se tiver, para que possamos lhe retribuir a visita e segui-lo.
Um abração!

© ♥ Eu Sou Um Pouco De Cada Livro Que Li ♥ - 2016. Todos os direitos reservados.
Designed by: Amanda Hauanne e Mirelle Almeida. Cabeçalho by: Edu Anjos.
Tecnologia do Blogger.